top of page

Pesquisa reabre possível vitória de Lula no primeiro turno


(Foto: Ricardo Stuckert)

Uma nova pesquisa FSB/BTG Pactual divulgada nesta segunda-feira (15) aponta, a um mês e meio da eleição, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança da corrida presidencial, com onze pontos percentuais de vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL). São 45% das intenções de votos para o petista contra 34% para o candidato do PL.

O líder do PDT, ex-ministro Ciro Gomes, aparece em terceiro, com 8% das intenções de votos, enquanto Simone Tebet, do MDB, tem 2%, e os demais candidatos somados contam com 2%.

Considerados apenas os votos válidos, a pesquisa indica que Lula está a meio ponto percentual de vencer as eleições já no primeiro turno, com 49,4% dos votos.

Na comparação com a pesquisa anterior do mesmo instituto, Lula cresceu 4%, saltando de 41% para 45%, enquanto Bolsonaro permaneceu com os mesmos 34%.

O levantamento mostra ainda que em um eventual segundo turno das eleições, o ex-presidente venceria todos os outros candidatos. Lula aparece com 53% e Bolsonaro, com 38%.

Auxílio emergencial: Lula cresce 8 pontos

O crescimento de Lula nas pesquisas ocorre uma semana após o governo Bolsonaro iniciar o pagamento de R$ 600 do auxílio emergencial - considerado uma tentativa desesperada de Bolsonaro para tentar comprar votos das camadas mais necessitadas da população - o benefício foi turbinado em R$ 200, mas tem validade somente até 31 de dezembro.

Mas de acordo com a pesquisa, o impacto do benefício não se traduziu em intenções de voto em Bolsonaro. Pelo contrário, o resultado mostra um crescimento acelerado de Lula entre os beneficiários do auxílio emergencial.

Segundo o levantamento, entre os beneficiários, Lula ganhou oito pontos percentuais. Saiu dos 53% registrados no dia 8 de agosto para 61% da pesquisa atual. Bolsonaro manteve os 24% nas duas pesquisas.

O Instituto FSB ouviu, por telefone, 2.000 pessoas entre os dias 12 e 14 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-00603/2022.

300x250px.gif
728x90px.gif