Pesquisas divergem sobre eleição no Rio de Janeiro


Embora o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) e o atual governador do Rio, Cláudio Castro (PL), venham se revezando na dianteira das pesquisas eleitorais para a disputa pelo Palácio Guanabara em outubro, os números apresentados até agora pelos institutos de pesquisa mostram distorções enormes.

No levantamento mais recente, do Datafolha, divulgado nesta quinta-feira (7) pela Folha de S.Paulo, o deputado federal do PSB e o atual governador do PL estão tecnicamente empatados novamente na liderança. Freixo aparece com 22%, enquanto Castro tem 18%. O ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, candidato do PDT, de Ciro Gomes e de Carlos Lupi, aparece em terceiro lugar com 7%.

O levantamento do Gerp, feito entre os dias 21 e 24 de março, portanto há menos de três semanas e com margem de erro de 2,58 pontos percentuais para mais ou para menos, mostrou Freixo com 24% e Castro, 21%, enquanto o candidato do PDT apareceu em seguida com 14% das intenções de voto.

Em outra pesquisa, da Genial/Quaest, divulgada em 22 de março, também em cenário estimulado, Castro tinha 21% das intenções de voto, Freixo tinha 17% e Rodrigo Neves, 9%.

300x250px.gif
728x90px.gif