top of page

PF deflagra operação contra o tráfico em aviões da FAB


(Foto: Divulgação/Ministério da Defesa)

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (2), a Operação Quinta Coluna, para cumprir 15 mandados de busca e apreensão e aprofundar as investigações contra uma organização criminosa que usou aeronaves da FAB para enviar drogas para a Espanha. Em 2019, um militar de carreira foi preso com 39 kg cocaína em voo da FAB que seguia em apoio à comitiva do presidente Jair Bolsonaro para a Espanha.

A operação desta terça também investiga lavagem de ativos obtidos em razão dos crimes. Militares da FAB também participam do cumprimento das medidas.

Por determinação judicial, os alvos da operação foram impedidos de deixar o Distrito Federal. Os agentes da PF encontraram drogas na casa de um dos suspeitos. Os endereços não foram informados, nem a identidade dos envolvidos ou se houve prisões em flagrante.

Voo da FAB com cocaína

Em junho de 2019, o sargento da FAB Manoel Silva Rodrigues foi preso em Sevilha, na Espanha, com 39 quilos de cocaína quando viajava como parte da tripulação de apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a investigação, outras pessoas se associaram ao militar para a prática do crime de tráfico de drogas, tendo sido apresentado à Justiça elementos que indicam pelo menos mais uma remessa de entorpecentes para a Espanha.

Além de investigar os outros supostos integrantes da organização criminosa, a PF mira crimes de lavagem de dinheiro. A PF frisou que as investigações não se confundem com os processos por tráfico internacional de drogas que tramitam na Justiça Militar.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page