top of page

PF prende assessor de deputado do Rio que estava em ato antidemocrático


Foto: Reprodução

A Polícia Federal prendeu Carlos Victor Carvalho, conhecido como CVC, por participação nos atos terroristas em Brasília, no último dia 8 de janeiro. No dia da invasão aos prédios públicos da capital, Carlos postou fotos em meio a outros manifestantes. Ele é assessor do deputado estadual do Rio Filippe Poubel (PL) e recebe salário líquido R$ 5,5 mil.


Em suas redes sociais, Carlos se apresenta como cristão, anticomunista e fundador de um grupo político de direita em Campos dos Goytacazes. Ele também é administrador de outros perfis de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais


Em nota, o gabinete do vereador Filippe Poubel divulgou uma nota dizendo que vai apurar a participação do assessor nos atos antidemocráticos.


"O gabinete do parlamentar vai buscar informações sobre os fatos veiculados pela imprensa, para que não ocorram antecipadamente condenações sem o devido processo administrativo e legal".

300x250px.gif
728x90px.gif
bottom of page