top of page

Pfizer anuncia conclusão dos testes com 95% de eficácia


(foto: Divulgação/Pfizer)

A Pfizer anunciou nesta quarta-feira (18) que solicitará à FDA, agência dos EUA equivalente à Anvisa no Brasil, o uso emergencial de sua vacina candidata na prevenção à Covid-19. Segundo a farmacêutica norte-americana, a vacina é segura, apresentando 95% de eficácia em humanos e prevenindo as formas mais leves e graves da doença, sendo o primeiro imunizante a concluir a terceira fase de testes.

A farmacêutica, que desenvolve a vacina em parceria com o laboratório alemão BioNTech, informou que o imunizante também se mostra efetivo em todas as idades, raças e etnias. A eficácia em idosos, que compõem um dos principais grupos de risco, foi de 94% e sem apresentar efeito colateral significativo, segundo a empresa, após testagem entre 43 mil voluntários. Com isso, a empresa avalia que a vacina pode ser implementada de forma ampla no mundo.

A Pfizer espera que o registro, que será solicitado dentro de alguns dias à Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA), ocorra em breve e 50 milhões de doses possam ser produzidas ainda este ano.

Os estudos anunciados, no entanto, ainda serão revisados por outros cientistas, etapa necessária para que sejam publicados em revista científica.

Outra concorrente norte-americana, da Moderna, divulgou na segunda-feira (16) dados que mostram eficácia semelhante. Ambas são desenvolvidas com a nova tecnologia conhecida como RNA mensageiro (mRNA), e vem aumentando as esperanças do fim de uma pandemia que já vitimou mais de 1,341 milhão de pessoas em todo o mundo até esta quarta-feira.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page