PM mobiliza 16 mil agentes para a eleição no estado do Rio


Foto: Divulgação

Para garantir que as eleições deste domingo (2/10) transcorram em clima de paz em todo o estado do Rio, a Secretaria de Polícia Militar elaborou um planejamento especial de segurança: serão empregados, extraordinariamente, cerca de 16 mil policiais militares para atuar no patrulhamento de vias públicas, locais de votação, escolta das urnas e segurança de prédios que vão abrigar as instituições responsáveis pelo pleito eleitoral.

Elaborado pela Subsecretaria de Gestão Operacional, o planejamento prevê policiamento dos 4.844 locais de votação a cargo dos batalhões operacionais de área. As unidades operacionais especiais e especializadas terão missões específicas de acordo com suas atribuições.


O plano especial para as eleições tem início às 8h de sábado e se estende até a noite de domingo. A missão dos policiais militares começa com a escolta para o transporte das urnas às seções eleitorais, segurança dos locais de votação antes, durante e depois do pleito, e acompanhamento para o retorno das urnas ao TRE. Em 85 locais de votação, considerados sensíveis, o transporte das urnas será feito com a utilização dos veículos blindados da Corporação.


O Grupamento Aeromóvel (GAM) disponibilizará quatro aeronaves, que estarão sobrevoando e gerando imagens em tempo real para a central de monitoramento instalada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que, por sua vez, estará interligado com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília e com o TRE/RJ.


As vias expressas terão patrulhamento reforçado, com emprego de unidades especializadas: Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE), Grupamento Tático de Motociclistas (GTM) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM). O policiamento nas rodovias estaduais, tanto na região metropolitana como no interior, será também intensificado sob comando do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).


As unidades subordinadas ao Comando de Operações Especiais (COE) ficarão de prontidão para eventuais demandas, como é o caso do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), BPChq e o Batalhão de Ações com Cães (BAC). O BOPE atuará ainda com duas equipes avançadas - uma baseada no 22º BPM (Maré) e outra no 7º BPM (São Gonçalo).


O planejamento da segurança para o dia eleição alinhou suas ações com a Operação Verão, que, nos fins de semana e feriados, prevê a intensificação do policiamento em toda a orla carioca e nas cidades litorâneas do estado, com equipes a pé e motorizadas, inclusive com a utilização de quadriciclos na praias. Na capital, o policiamento ganha o reforço de tropas do Regimento de Polícia Montada (RPMont) e do BAC em locais de maior concentração, como terminais de ônibus e metrô.


Também faz parte do escopo do planejamento de segurança das eleições a realização de dois jogos de futebol no Rio pelo Campeonato Brasileiro com grande apelo de público.


No sábado à noite, Flamengo x Bragantino no Maracanã; e Botafogo x Palmeiras na noite de segunda-feira no Engenhão. Além do Batalhão Especializado em Policiamento de Estádios (BEPE) e dos batalhões operacionais de área, serão empregados policiais militares do (RECOM), do Grupamento de Polícia Ferroviária (GPFer) e do RPMont.

300x250px.gif
728x90px.gif