Polícia Civil prende Mágico, chefe da milícia em Rio das Pedras


Milicianos presos no Itanhangá pela Polícia Civil do Rio de Janeiro (Reprodução)

Fabiano Cordeiro Ferreira, conhecido como Mágico e considerado um dos chefes da milícia de Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio, foi preso por agentes da Polícia Civil durante uma ação contra o crime organizado que domina a região, em um condomínio próximo à comunidade. Além de "Mágico", que tinha dois mandados de prisão pendentes, foram presos outros cinco homens apontados também como integrantes da milícia que controla toda a região.

De acordo com as investigações, Mágico faz parte da cúpula miliciana que tinha formado uma espécie de aliança com outros grupos milicianos que atuam na Região Metropolitana do Rio, e tem ligação com o bando de Danilo Dias Lima, o Tandera.

Mágico foi preso em janeiro 2019, e nove meses depois foi condenado a oito anos em regime fechado por organização criminosa. Há duas semanas, ele progrediu para o regime domiciliar e, segundo a polícia, imediatamente retomou o controle de Rio das Pedras.

Os policiais também prenderam os milicianos Thiago Bastos Morais, conhecido como Digão, Daniel Cristinho, o Buiú, João Henrique Pedro da Silva, o Pézão, Ilán Andrade dos Santos e Marcos Alves de Souza. Todos foram autuados por porte ilegal de arma e formação de milícia.

Durante a operação, os agentes apreenderam celulares, joias, armas, cadernos e peças de munição, além de três motos e um carro.

300x250px.gif
728x90px.gif