Policiais acusados de matar João Pedro no banco dos réus


Foto: Divulgação

Os policiais acusados de envolvimento na morte do adolescente João Pedro Matos Pinto, de 14 anos, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, serão levados ao banco dos réus no dia 5 de setembro. A Justiça marcou para essa data a audiência de instrução do processo, que deve ocorrer às 13h30. O crime aconteceu em maio de 2020.


A juíza Juliana Grillo El-Jaick, titular da 4ª Vara Criminal, responsável pelo caso, decidiu que os acusados e a assistência de acusação serão intimados a comparecer no Fórum de São Gonçalo. Na ocasião, serão ouvidos depoimentos de testemunhas de acusação. As de defesa serão ouvidas em “data futura”, segundo magistrada.


Ainda em sua decisão, a magistrada rebateu argumento da defesa, que alegava “falta de justa causa para deflagração penal”. Juliana Grillo El-Jaick escreveu que “foram preenchidos todos os requisitos indispensáveis ao regular exercício do direito de ação”. Além disso, a juíza rejeitou pedido de nulidade do processo.


“Não vislumbra nulidade quanto à suposta inobservância do disposto no artigo 14-A, do Código de Processo Penal, na medida em que não demonstrado o prejuízo a qualquer dos acusados, que se veem acompanhados de defesa técnica nesta ação pena”, diz um trecho do despacho.


Os policiais civis acusados são Mauro José Gonçalves, Fernando de Brito Meister e Maxwell Gomes Pereira. À época do crime, os agentes eram lotados na Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE).

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg