Policial de mentira e com armas falsas é preso no Fonseca

Atualizado: 11 de jun.


Foto: Reprodução

Um homem, identificado como Sandro Valério Silva de Azevedo, foi preso em Niterói, na quinta-feira (9/6), acusado de se passar por policial penal. A ação foi realizada pela Corregedoria da Polícia Civil (CGPOL) e o Núcleo de Inteligência da Polícia Penal de Niterói.


Contra Sandro havia em aberto um mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Criminal de Niterói. Ele foi localizado em sua residência, situada no bairro do Fonseca, em Niterói.


No Instagram, o acusado se apresenta como pastor evangélico, professor de Jiu Jitsu faixa preta 3º grau e de técnicas de desarmamento de arma de fogo, e também como Policial Penal, postando diversas fotos trajando uniformes e distintivo privativo da Polícia Penal.


Em algumas das imagens publicadas na rede social, ele portava uma arma de fogo falsa. Há também uma foto em que ele mostra o momento de sua "formatura" como Policial Penal. Segundo a Polícia Civil, Sandro nunca pertenceu à coorporação.


O material apreendido (uniforme tático da Polícia Penal, coldres, três simulacros de pistolas e distintivo da Polícia Penal), será encaminhado para exame pericial.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg