top of page

Posse de Lula terá recorde de presença de chefes de Estado


Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

O embaixador Fernando Igreja, responsável pelos trâmites relativos à posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, em 1º de janeiro, informou nesta quarta-feira (14) que 17 chefes de Estado confirmaram presença na cerimônia. O número é quase o dobro do registrado na posse do atual presidente, Jair Bolsonaro.


Entre as autoridades confirmadas até o momento para a posse, destacam-se o rei da Espanha, Felipe VI, e os presidentes Frank-Walter Steinmeier, da Alemanha, Alberto Fernández, da Argentina, Gabriel Boric, do Chile e Gustavo Petro, da Colômbia. Estão confirmados também os chefes de Estado de Angola, Bolivia, Cabo Verde, Equador, Guiana, Guiné Bissau, Paraguai, Portugal, Suriname, Timor Leste, Uruguai e Zimbábue.


Caso todas essas presenças se confirmem, seria a posse com a maior presença de chefes de estado desde redemocratização. Igreja não descartou que haja um número ainda maior. “O Itamaraty continua recebendo confirmações”, disse ele.


Os Estados Unidos, um dos primeiros países a reconhecerem a vitória de Lula nas urnas, ainda não confirmaram a presença do presidente Joe Biden, mas a expectativa é de que será enviado um representante, possivelmente a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris. No último dia 5, em visita ao Brasil, o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, fez um convite formal a Lula para se encontrar com Biden, na Casa Branca.


Países como México, Costa Rica, Turquia e Palestina confirmaram que enviarão seus ministros das Relações Exteriores para a posse de Lula. O Panamá confirmou a vice-presidente do país.


Cerca de 300 mil pessoas são esperadas na Esplanada dos Ministérios para acompanhar a cerimônia de posse, em Brasília.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page