Prefeito de SG tem contas de campanha rejeitadas e pode ficar inelegível


Capitão Nelson foi eleito com apoio do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Divulgação

A Juíza Bárbara Alves Xavier, da 68ª Zona Eleitoral de São Gonçalo, rejeitou as contas de campanha eleitoral do prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson (PL), e do seu filho, o vereador Nelsinho (PL). Ainda cabe recurso à decisão.


Ao todo, o prefeito deixou de apresentar 789 documentos que comprovam gastos feitos durante a campanha de 2020. Capitão Nelson foi eleito em segundo turno com 50,7% contra 49,21% do adversário Dimas Gadelha (PT). Ao longo da disputa, ele seguiu o discurso bolsonarista e contou, inclusive, com o apoio do presidente Bolsonaro.


Com a decisão, Capitão Nelson pode ficar impedido de concorrer à reeleição em 2024 e ainda terá que pagar multa de R$1,2 milhões ao Tesouro Nacional. O prefeito e o seu filho, vereador Nelsinho, ainda não se manifestaram sobre o assunto.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg