Prefeito recua e Rio terá queima de fogos em 10 pontos


(Foto: Alexandre Macieira/Agência Brasil)

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), voltou a recuar em relação ao Réveillon e anunciou nesta quinta-feira (9) queima de fogos em dez pontos da cidade. Paes tinha anunciado a desistência de todos os eventos da virada do ano. O motivo do cancelamento era o receio em relação à variante ômicron do coronavírus, que tem colocado o mundo em alerta. Sem contar que, neste momento, a cidade vive uma epidemia declarada de gripe que vem deixando abarrotadas as unidades de saúde há duas semanas.

De acordo com a prefeitura, os comitês científicos que assessoram os governos estadual e municipal deram aval ao evento, sem shows musicais. A tradicional queima de fogos em Copacabana, na Zona Sul da cidade, terá duração de 16 minutos. O acesso ao bairro, ainda segundo a administração municipal, será fechado às 19 horas, para evitar aglomerações. O réveillon no local também terá pontos de vacinação.

Mais de 20 capitais brasileiras cancelaram as festas de Ano Novo para evitar que a epidemia volte a ter um novo pico, agora com a nova cepa do coronavírus.

300x250px.gif
728x90px.gif