Prefeitura de SG pede autorização à Câmara para ingressar em consórcio de vacinas


Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo enviou um projeto de lei autorizativo à Câmara de Vereadores para ingressar no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), uma iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que visa à aquisição de vacinas contra a covid-19, além de medicamentos, insumos e equipamentos de saúde.


Mais de 2,6 mil municípios em todo o País já demonstraram interesse em participar do consórcio, que começou a ser formado no final de fevereiro. A Prefeitura de São Gonçalo vinha informando sua intenção de aderir ao grupo e também sinalizou positivamente à indicação do governador Cláudio Castro em viabilizar uma integração entre os municípios para a aquisição do imunizante, mas não havia feito nenhuma confirmação até então, alegando "dificuldades financeiras".


Atualmente, o município segue com a campanha nacional de vacinação, utilizando as doses enviadas pelo Ministério da Saúde e de acordo com as determinações do governo federal para o cumprimento das normas para a imunização. O prefeito Capitão Nelson, que vem acompanhando o trabalho nos postos de vacinação, ressaltou a importância de acelerar a campanha.


“Nós precisamos agir para garantir que a população seja imunizada o quanto antes. Estamos recebendo as doses do governo federal, mas a iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos, amparada pelo Supremo Tribunal Federal, nos dá a segurança necessária para abrirmos mais uma possibilidade de acelerarmos a vacinação de nosso povo. São Gonçalo precisa seguir adiante, temos muito trabalho pela frente e a saúde de nossa gente é prioridade”, garantiu o prefeito.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: