Prefeitura do Rio cria Coordenadoria de Cidade Inteligente

Integrar e centralizar as ações e projetos desenvolvidos pela Prefeitura do Rio com base em conceitos Smart City (cidade inteligente). Este é o desafio da Coordenadoria Técnica de Cidade Inteligente (GP/CTCI), vinculada à estrutura organizacional do Gabinete do Prefeito e criada por decreto do prefeito Eduardo Paes, que nomeou Felipe Peixoto (PSD) para assumir o setor. A novidade faz parte da expansão e modernização do Centro de Operações Rio (COR), o maior centro de monitoramento urbano da América Latina que este ano completa uma década.

Divulgação

O foco da nova coordenadoria será o desenvolvimento sustentável da cidade que, no último ano, saltou do 12º para o 7º lugar no ranking das Smart City no Brasil. A ideia é fazer do Rio o top cinco de cidades inteligentes. Para tanto, a GP/CTCI usará dados de órgãos como o Instituto Pereira Passos (IPP), DataRio e COR, investindo em projetos de planejamento urbano, mobilidade, inovação e tecnologia.


“ A coordenadoria será fundamental para fazermos do Rio o top cinco de cidades inteligentes. Teremos uma grande missão pela frente e estou muito feliz com esse novo desafio que assumo ao lado do Eduardo, hoje a maior liderança política do nosso estado. Afinal, o Rio é a segunda maior cidade do Brasil”, disse Felipe, que na semana passada participou do Connected Smarty Cities, mais expressivo evento de cidades inteligentes do país, onde o 7º lugar conquistado pelo Rio foi anunciado.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif