Prefeitura do Rio diz que tem vacina só até quarta-feira


Vacinação no Complexo da Maré imunizou mais de 33 mil moradores (Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio)

Apesar da programação da Prefeitura do Rio de Janeiro para a vacinação contra a covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da capital informou que com o estoque atual de imunizantes só será possível continuar com a vacinação até a próxima quarta-feira (4).

O calendário vacinal desta semana na capital prevê a partir desta segunda-feira (2) uma faixa etária por dia para a vacinação contra a covid-19, começando com quem tem 32 anos, chegando no sábado (7) a quem tem 27 anos. De acordo com a SMS, a programação vai ser cumprida se a pasta receber mais doses.

Na semana seguinte, entre a segunda (9) e o sábado (14), também com uma faixa de idade por dia, serão os que estão entre os 26 e os 21 anos. A Prefeitura do Rio pretende encerrar a vacinação das pessoas com 18 anos ou mais no dia 18 de agosto. Antes disso, na segunda-feira (16), serão os jovens de 20 anos e na terça (17) os de 19 anos. A repescagem está suspensa até que seja concluída a vacinação das pessoas acima de 18 anos.

Complexo da Maré

Segundo a prefeitura, a vacinação em massa dos moradores do Complexo da Maré atingiu a meta, com a imunização de 33.774 pessoas. A ação faz parte de uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a ONG Redes da Maré, com o objetivo de mapear o impacto da vacinação na população da comunidade. A população adulta que ainda não tinha sido imunizada recebeu a primeira dose em um dos 145 pontos de vacinação (PVs) espalhados por toda a localidade.

Tendo em vista as peculiaridades presentes em territórios de favelas e periferias, o estudo propõe um olhar que vai além do levantamento da efetividade direta das vacinas na proteção contra o vírus e suas variantes. Aspectos da doença em si, como a dinâmica de transmissão do vírus no território, a vigilância de suas variantes e o acompanhamento de possíveis efeitos adversos das vacinas serão outros pontos abordados pela pesquisa.

O imunizante utilizado na ação foi o da AstraZeneca/Fiocruz, com a vacinação exclusiva para moradores da Maré cadastrados em uma das sete unidades de Atenção Primária que atendem as comunidades da Maré. Os PVs funcionaram nas clínicas da família e centros municipais de saúde do complexo e também em escolas do território, na Vila Olímpica e nas associações de moradores de Morro do Tibau, Rubens Vaz, Vila do Pinheiro e Ramos/Roquete Pinto. Ao todo, 1.620 voluntários trabalharam nos quatro dias da ação.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg