Prefeitura do Rio retoma clube no Recreio, na Zona Oeste

O terreno de 7 mil metros quadrados do Clube Municipal, no Recreio dos Bandeirantes, foi retomado na manhã desta terça-feira (1º de fevereiro) em ação conjunta da Prefeitura do Rio. Coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC), a ação desmantelou um estacionamento e um depósito e contou com apoio da Secretaria Municipal de Fazenda, Secretaria de Ordem Pública, Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Subprefeitura da Barra, Recreio e Vargens.

Divulgação / SMAC

A desocupação é o desfecho de um longo processo. A ocupação era provisória desde 14 fevereiro de 2020. Mas a administração municipal poderia revogar essa permissão a qualquer momento. Os ocupantes do terreno foram então comunicados de que deveriam deixar o terreno no dia 13 de dezembro passado, pela Superintendência de Patrimônio Imobiliário, da Prefeitura, mas não o fizeram.


O terreno fica no número 12 da Avenida Jarbas Carvalho e dentro do Parque Natural Municipal Chico Mandes, uma unidade de conservação de proteção integral.


Empreendimento imobiliário 'fake'


Até um condomínio vinha sendo anunciado no local. Num site o "Le Marchand Condomínio Clube" é apresentado como futuro empreendimento, "distribuído em metragens espaçosas e aconchegantes para você e sua família". Não existe, entretanto, qualquer obra legalizada no lugar, e isso nem seria possível.


"Essa ação mostra que não vamos mais tolerar esse vale-tudo em nossas áreas protegidas. O clube é de propriedade da Prefeitura e a região tem enorme riqueza ambiental. Pedimos à população que não invista seus recursos na compra de imóveis em áreas que jamais podem ser legalizadas", disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, informando ainda que o terreno será reflorestado.


Até o final da edição desta matéria, o site anunciando as unidades residenciais e prometendo informar valores em breve, continua ativo.

300x250px.gif
728x90px.gif