Prefeitura vai reformar mais três unidades do Médico de Família

Mais três unidades do Programa Médico de Família (PMF) serão reformadas pela Prefeitura de Niterói: os módulos do Badu, Bernardino e Leopoldina. A ordem de início das obras foi assinada nesta terça-feira (13/9), pelo prefeito de Niterói, Axel Grael, e pelo secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira. As reformas nas unidades, que juntas atendem cerca de 20 mil pessoas, têm previsão de início ainda em setembro e prazo para entrega até janeiro de 2023.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

Outros três módulos do Programa já estão recebendo melhorias – Baldeador, Palácio, Ponta D’Areia, Maravista e Ititioca. O prefeito de Niterói, Axel Grael, relembra o avanço que a Saúde teve desde 2013.


“Em 2012, quando fazíamos a transição do governo, para que eu assumisse o cargo de vice-prefeito da cidade, fui designado para buscar as informações de todas as áreas e fazer o diagnóstico para a entrada da nova gestão. Me lembro que na área da Saúde a demanda era a maior que nós tínhamos, a área que mais tinha me preocupado. A estrutura era muito precária, havia deficiência de gestão de um modo geral, uma série de problemas. Desde então, vivemos um processo de reestruturação, que foi surpreendido pela pandemia em 2020. Apesar das dificuldades, com vontade política, está sendo possível reverter este quadro e hoje podemos comemorar mais essa vitória”, comemora.


Para o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, a entrega de tantas reformas é o resultado do grande investimento do Município em Saúde.


“No Plano Niterói 450, estamos fazendo o que, muito possivelmente, é o maior investimento proporcional do país na área de Saúde. Estamos fazendo uma grande reorganização e modernização da Saúde para nos adequarmos aos desafios do século XXI, pós-pandemia. No caso das obras na área da Saúde, estamos falando de um volume de investimento de R$ 260 milhões para os próximos três anos. Esse investimento trará um impacto de garantir melhores condições de trabalho para os profissionais. Para os equipamentos médico-hospitalares, a previsão é o investimento de cerca de R$ 30 milhões. Tudo isso refletirá no atendimento ao usuário”, explica o secretário.


De acordo com o cronograma da SMS, até 2024, 31 unidades de Médico de Família passarão por obras de melhorias, com o investimento total de cerca de R$ 25 milhões. Ainda em 2022, outras oito unidades deverão ter obras iniciadas em Niterói, entre elas as PMFs do Souza Soares, Vila Ipiranga, Preventório II, Engenho do Mato, Caramujo, Ilha da Conceição, Nova Brasília e a UBS do Morro do Estado. O objetivo é que ainda neste ano o total de PMFs reformadas seja 16.


As reformas com ordem de início assinadas nesta terça – O PMF do Bernardino, que encontra-se fechado atualmente, receberá o investimento de R$ 294.823,27, com obras para Readequação dos ambientes internos, adequações para instalar bancadas em inox nos ambientes pertinentes, substituição de todas as telhas existentes para telha metálica branca tipo sanduíche com isolamento em eps e instalação de calhas, recuperação do piso interno da unidade, piso podotátil em concreto pré-fabricado, adequação de ambiente para implantação de uma equipe de saúde bucal e climatização com instalação de ar condicionado. As obras estão previstas para serem entregues em dezembro.


Denise Viana, presidente da Associação de Moradores do Bernardino, acredita que a obra irá melhorar muito a qualidade de vida dos moradores da comunidade.


“Será um grande avanço para a Saúde dos moradores da região”, festeja.


No Badu, o investimento na reforma da unidade do PMF será de R$ 547.928,49, com previsão de tratamento das infiltrações localizadas nos ambientes, padronização da pintura sobre muro da fachada, execução do corrimão da rampa de entrada da unidade, substituição de todas as telhas existentes para telha metálica branca tipo sanduíche e instalação de piso podotátil em concreto pré-fabricado, além de instalação de aparelhos de ar condicionado. A entrega está prevista para fevereiro de 2023. Durante a execução das obras, os atendimentos serão remanejados para o PMF Cantagalo.


Já o PMF da Leopoldina receberá um investimento de R$ 383.890,58. As obras contemplarão a substituição de todas as telhas existentes para telha metálica branca tipo sanduíche com isolamento, instalação de tratamento de esgoto sanitário, fossa séptica e sumidouro, instalação de piso podotátil em concreto pré-fabricado, adequação de ambiente para implantação de uma equipe de saúde bucal, readequação dos ambientes internos, adequação da sala de administração, sala de agentes comunitários de saúde e da copa e instalação de aparelhos de ar condicionado.


As obras acontecerão até janeiro de 2023, período em que os atendimentos serão remanejados para o PMF Maruí. De acordo com Anderson Fonseca, presidente da Associação de Moradores da Leopoldina, esta é uma luta antiga dos líderes comunitários.


“Nunca tivemos uma reforma dessa magnitude. A implantação do projeto para saúde bucal no PMF da Leopoldina é uma grande conquista. Para nós, é como se ganhássemos um plano de saúde”, acredita.


Com as obras, também está prevista a criação de sete novos empregos, divididos pelas três unidades, que deverão ser contemplados por moradores das comunidades. Ainda em setembro, está prevista a entrega da obra da unidade do Médico de Família do Baldeador.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói



300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif