Presidente da Caixa é o 4º da comitiva com covid-19


Presidente da Caixa, Pedro Guimarães (à esq.), come pizza junto com Bolsonaro e ministros em NY (Reprodução)

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, é mais um integrante da comitiva presidencial que foi a Nova York, nos Estados Unidos, para a Assembleia-Geral da ONU, a testar positivo para covid-19. O economista, cuja participação na comitiva não foi explicada pelo governo, confirmou neste domingo (26), em vídeo publicado em rede social, o resultado do exame.

Guimarães disse estar assintomático e se sentindo "muito bem". Ele destacou ter recebido as duas da vacina e contou estar tomando "todos os remédios que foram indicados no protocolo".

Durante a viagem, Guimarães posou sem máscara comendo pizza do lado de fora de um restaurante ao lado do presidente Jair Bolsonaro e dos ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, da Justiça, Anderson Torres, e da Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos. Bolsonaro não tinha permissão para entrar no estabelecimento por não possuir comprovante de vacinação exigido pela prefeitura de Nova York.

Marcelo Queiroga, que ainda cumpre quarentena em Nova York, foi o segundo integrante da comitiva a testar positivo - o primeiro foi um diplomata que não teve a identidade revelada. Além deles, também foi diagnosticado com a doença o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o advogado-geral da União, Bruno Bianco, também estão com covid-19, mas não viajaram na comitiva presidencial.

Bolsonaro e quatro ministros testam negativo

Neste domingo (26), a Secretaria Especial de Comunicação (Secom) do governo Bolsonaro divulgou uma nota para informar que o presidente e a primeira-dama, Michelle, testaram negativo para covid-19. Segundo a nota, o exame foi realizado pela manhã no Palácio da Alvorada.

Além do casal, os ministros da Justiça, Anderson Torres, do Turismo, Gilson Machado, da Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos, e do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite, também anunciaram resultado negativo para a doença.

Na última quarta-feira, o governo anunciou que 50 integrantes da comitiva estavam isolados depois de terem tido contato com Queiroga. O isolamento social foi recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

300x250px.gif
728x90px.gif