top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Presidente da Fiesp pede “juro decente” em debate no Senado

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes da Silva, participou nesta quinta-feira (27/4) de um debate sobre juros, crescimento e inflação no plenário do Senado. Ele voltou a criticar a taxa básica de juros da economia brasileira, hoje em 13,75% ao ano.

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

“Inflação estável e juro decente são condições necessárias para um projeto de crescimento nacional”, afirmou Josué. “Precisamos trabalhar nas causas que nos levam a ter essas taxas inóspitas à produção.”


Os ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Simone Tebet (Planejamento), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, o ex-presidente do BC Armínio Fraga e outras lideranças da política e da economia também estiveram presentes ao evento.


Segundo o líder da Fiesp a política monetária voltou a se constrair desde março de 2021 "quando a Selic saiu de 2% ao ano, impactando de forma marcante a normalidade econômica”.


“Não há negócio em condições de concorrência capaz de fazer frente a tamanho custo de capital. Com a perenidade dos juros altos, temos assistido ao empobrecimento do país”, observou.


O presidente da Fiesp falou da necessidade de uma indústria forte para garantir o desenvolvimento do país. Ele lembrou que nos anos 1980 a indústria brasileira representava quase 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. E hoje não passa de 11%.


"O Brasil está há tempos demais com crescimento estagnado. E ele não virá se apenas estabilizarem as contas públicas”, assegurou.

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page