Procissão marítima: tradição e fé de volta a Niterói

Neste 29 de junho, quando é comemorado o Dia de São Pedro, Jurujuba recebeu os fiéis em uma missa campal, ao lado da igreja, celebrada pelo arcebispo de Niterói, Dom José Francisco, ao lado do padre Magno Guilherme Angeli. Depois de dois anos de restrições em função da pandemia, a imagem de São Pedro seguiu pelo mar acompanhada de uma barqueata.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

O evento conta com apoio da Prefeitura de Niterói, por meio da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur). Além das celebrações religiosas que acontecem durante todo o dia, a comemoração conta com barraquinhas de comidas típicas e artesanatos.


O prefeito de Niterói, Axel Grael, relembrou memórias de sua infância e destacou a emoção do retorno da tradição da festa de São Pedro.


“Esta é uma centenária tradição da nossa cidade. Eu tenho uma trajetória familiar marcadamente vinculada ao mar e, desde muito jovem, me lembro de assistir à Procissão Marítima de São Pedro. No ano passado a celebração ocorreu de maneira restrita e poder ver Jurujuba em festa outra vez é emocionante. Além de resgatar a tradição do Dia de São Pedro, o artesanato local e os microempreendedores têm a oportunidade de fomentar seus negócios na região. Viva São Pedro!”, disse o prefeito.


O presidente da Neltur, Paulo Novaes, afirmou que a festa de São Pedro faz parte do Calendário Turístico de Niterói e vê com otimismo a retomada do evento religioso que atrai turistas e visitantes.


“Após dois anos sem a tradicional procissão marítima, hoje ela voltou a acontecer em Jurujuba. Além da procissão, a Festa de São Pedro atrai multidões com as celebrações religiosas, alvorada, missas, terços, comidas típicas, recreação infantil, almoço do Pedrão e os shows. Esse ano, pela primeira vez, a festividade também vai contar com uma Moto Procissão e a presença de canoas havaianas”, declarou Paulo.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

Marilda Allen é moradora de Jurujuba há 33 anos e, há quase 30, participa da procissão do padroeiro do bairro.


“Faço parte da liturgia da capela e também fazemos as novenas de Sagrado Coração e de São Pedro, desde o dia 1 de junho, além de abrir minha casa para as orações que recebem a imagem. Sou muito devota de São Pedro e essa procissão é muito importante para o bairro e para os moradores. Como ficamos 2 anos sem ter a procissão marítima, a emoção é muito grande”, contou Marilda.


Participaram da celebração da missa o presidente da Neltur, Paulo Novaes, a secretária de Conservação e Serviços, Dayse Monassa, e a diretora da Secretaria Executiva, Carol Basílio.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói


300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif