top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Programa de Segurança Pública de Niterói é destaque em livro

Niterói como modelo de segurança pública para o Brasil. Esse foi um dos motivos que fez com que o advogado Alberto Kopittke _ doutor em Políticas Públicas pela UFRGS e mestre em Ciências Criminais pela PUC/RS _ lançasse, nesta segunda-feira (21/8), durante um debate na Sala Carlos Couto, do Theatro Municipal de Niterói, o livro "Manual de Segurança Pública Baseada em Evidências". Entre os debatedores estavam o ex-prefeito e atual secretário Executivo da Prefeitura de Niterói, Rodrigo Neves; e os secretários de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, de Direitos Humanos, Nadine Bastos, e da coordenadora do Pacto Niterói Contra a Violência, Graça Raphael. O evento contou com a presença de mais de 60 convidados.

O ex-prefeito e atual secretário executivo Rodrigo Neves, o advogado Alberto Kopittke, Graça Raphael e Nadine Bastos / Divulgação

“Há dois motivos para lançar este livro no Rio de Janeiro. O primeiro, ruim, é porque o Rio vive uma epidemia de insegurança que matou mais de duzentas mil pessoas nos últimos anos. O lado bom foi a decisão de Niterói de ganhar cada jovem que poderia ir para o crime ou ser vítima da violência. A cidade foi a primeira do Estado que se levantou e puxou para si essa responsabilidade”, afirmou Kopittke, que teve uma importante contribuição na elaboração do Pacto Niterói Contra a Violência, lançado pelo então prefeito Rodrigo Neves, em agosto de 2018.


Para Rodrigo Neves, apesar da segurança pública ser uma atribuição constitucional do Governo do Estado, Niterói tomou uma decisão política em assumir a agenda de combate à violência.


“Quando assumimos o governo, em 2013, a situação da segurança pública em Niterói era crítica. Numa decisão política, resolvemos assumir esse tema, pois o cidadão não é federal, estadual ou municipal. O cidadão é o cidadão. Ele espera que o poder público seja capaz de prover saúde, segurança e educação de qualidade. Investimos pesado a partir de uma concepção inovadora de integração das forças de segurança pública com as estratégias baseadas em evidências, estudando as melhores experiências internacionais de prevenção à violência urbana. Conseguimos reduzir 80% os índices de criminalidade em Niterói”, afirma Rodrigo Neves


Ser motivo de um livro com mais de 900 páginas e que reuniu outros exemplos de políticas de segurança pública no Brasil é motivo de orgulho e de responsabilidade para Niterói, segundo o ex-prefeito e atual secretário executivo.


“As melhores experiências programas de prevenção à violência urbana e promoção da segurança pública tiveram protagonismo muito forte dos municípios, pois o papel do poder público local é muito importante. Ser um dos exemplos exitosos nesse livro é motivo de orgulho, pois coloca Niterói como uma das referências positivas em segurança pública no país. Os números que conseguimos se devem à ciência, planejamento, gestão orientada para resultados. Esses avanços nos últimos dez anos não foram fáceis, mas hoje temos os melhores índices de segurança pública da região metropolitana. Sabemos que ainda falta muito para chegarmos aos resultados que desejamos e estamos planejando os próximos dez anos”.


O secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, disse que os programas aplicados em Niterói na área de segurança pública podem ser aplicados em outros municípios para reduzir a violência urbana:


“Temos trabalhos realizados para mostrar aos demais municípios o caminho a ser seguido. A soma desses trabalhos nos municípios com certeza fará com que os Estados sejam melhores e, por consequência, um Brasil melhor”.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page