top of page

Projeto prevê inserção profissional de reabilitados do INSS

A Secretaria de Estado de Trabalho e Renda fechou parceria para a inserção de reabilitados do INSS no mercado profissional, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e do aplicativo Mais Trabalho RJ. O projeto prevê uma série de ações que incluem intermediação de mão de obra no âmbito do Sistema Nacional de Emprego (SINE/RJ), a promoção de cursos, palestras e oficinas, oferta de vagas de qualificação social e profissional e orientação para atividades empreendedoras. A parceria foi acertada em reunião da secretária de Trabalho e Renda, Kelly Mattos, com o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, e o presidente do INSS, Glauco Wamburg.

Foto: Divulgação / Governo do Estado do Rio

A metodologia para a integração social e econômica dos trabalhadores reabilitados está sendo desenvolvida a partir do alinhamento da atuação da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis – ODS – da Organização das Nações Unidas (ONU). A iniciativa se somará aos demais projetos da secretaria, mas com adaptações significativas para esse público, que necessita de apoio nos diferentes eixos de geração de renda.


"Os trabalhadores reabilitados que, ao final da estabilidade temporária, perdem o emprego, precisam se recolocar rapidamente no mercado de trabalho. E essa parceria fará com que a secretaria seja mais um agente transformador da realidade das pessoas que estão em busca de trabalho, para que sejam bem sucedidas na conquista de uma vaga", avalia a secretária Kelly Mattos.


A parceria entre a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda e o INSS oferecerá atendimento prioritário aos segurados reabilitados pelo instituto, tanto no posto Sine quanto no aplicativo Mais Trabalho RJ, onde os interessados terão um espaço específico para se cadastrar.


"Vamos nos reunir novamente para ampliar o escopo do projeto e alinhar as ações, para que reabilitados do INSS tenham mais uma oportunidade de voltar ao trabalho", disse o ministro Lupi.


O presidente do INSS, Glauco Wamburg, complementou:


"A recolocação é um grande passo para essa parcela da população porque representa melhoria na qualidade de vida e resgate da cidadania dessas pessoas".


Também participaram da reunião em que foi acertada a parceria, na Secretaria de Trabalho e Renda, o superintendente da recém-criada Superintendência Regional do INSS no Rio de Janeiro (SRIII), Marcos Fernandes, e o assessor especial do Ministério da Previdência, Bruno Ribeiro.

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page