Putin diz que guerra nuclear 'nunca deve ser desencadeada'


(Foto: Aleksei Danichev/Sputnik)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, reafirmou nesta segunda-feira (1º) que a Rússia segue empenhada em cumprir as obrigações previstas no Tratado sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP).

Em comunicado, Putin disse que a Rússia segue "consistentemente a letra e o espírito do Tratado" e mantém os compromissos de redução de armamento nuclear.

"Não pode haver vencedores em uma guerra nuclear, e ela nunca deve ser desencadeada, e defendemos uma segurança igual e indivisível para todos os membros da comunidade global", disse o líder russo.

O presidente da Rússia comentava os preparativos para a Décima Conferência de Revisão do Tratado sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares, que será realizada na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos EUA.

"Nossas obrigações sob acordos bilaterais com os Estados Unidos sobre a redução e limitação de armas relevantes também foram totalmente cumpridas", disse ainda.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira (1º) que o governo norte-americano está pronto para trabalhar com a Rússia na negociação da criação de uma nova estrutura para o controle de armas nucleares que substituiria o Novo Tratado de Redução de Armas Estratégicas, também conhecido como Novo Start, que foi definido para vigorar até 2026.

"Os Estados Unidos renovam seu compromisso com o mundo de ser um administrador responsável de seu arsenal nuclear e de continuar trabalhando em direção ao objetivo final de um mundo sem armas nucleares", disse Biden.

O presidente dos EUA ainda reforçou que Washington pretende incluir a China no acordo.


Fonte: Agência Sputnik

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif