top of page

Putin: situação no Oriente Médio escancara fracasso da política dos EUA


O presidente russo Vladimir Putin (Foto: Sergei Guneev/Sputnik)

Os EUA pressionaram ambos os lados do conflito entre Israel e Palestina, sempre sem levar em conta os interesses fundamentais palestinos, afirmou o presidente russo Vladimir Putin nesta terça-feira (10).


Putin também afirmou que os norte-americanos tentaram monopolizar um acordo no Oriente Médio, mas não se preocuparam em buscar compromissos aceitáveis para ambos os lados.

O líder russo ainda comentou que a atual situação torna evidente o fracasso da política americana no Oriente Médio.


"A crise ucraniana continua e, infelizmente, vemos o agravamento repentino da situação no Oriente Médio. Eu acho que muitos vão concordar comigo sobre o fato de que isso deixa claro o fracasso das políticas dos EUA no Oriente Médio, que tentaram monopolizar as negociações, mas, infelizmente, sem considerar a busca por compromissos aceitáveis para ambos os lados e, pelo contrário, promoveram suas próprias ideias de como isso deve ser feito, pressionando ambos os lados", afirmou Putin durante o encontro com o primeiro-ministro iraquiano, Mohammed Sudani.


Além disso, para resolver o conflito entre Israel e Palestina é necessário o cumprimento da resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre o estabelecimento de um Estado palestino soberano e independente.


"Exatamente ambos [os lados], ora um, ora outro, mas sempre sem considerar os interesses fundamentais do povo palestino. O que eu quero dizer é, antes de mais nada, a necessidade do cumprimento da resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre a criação de um Estado soberano e independente da Palestina", enfatizou.


Putin apelou para que as partes envolvidas no conflito reduzam a zero os danos aos civis. Ele sugeriu discutir isso e outros temas durante as conversas com o premiê iraquiano.


"Em todo o caso, aconteça o que acontecer lá, eu sei que sua posição, meu caro primeiro-ministro, assim como a nossa, é de que é necessário minimizar e reduzir a zero as vítimas civis. É por isso que instamos todos os lados do conflito a isso", declarou.


Fonte: Agência Sputnik Brasil

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page