top of page

Rússia confirma morte de líder do Grupo Wagner em queda de jato Embraer


Evgeny Prigozhin, chefe da empresa militar privada Grupo Wagner, estava no avião que caiu (Reprodução)

A Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia confirmou nesta quarta-feira (23) que o chefe da empresa militar privada Grupo Wagner, Evgeny Prigozhin, estava a bordo do avião privado que caiu ao norte de Moscou, informa a agência Sputnik. O órgão informou ainda que a permissão de voo para o avião que caiu na Região de Tver foi emitida de acordo com os procedimentos estabelecidos.


A queda da aeronave da Embraer provocou a morte dos 10 passageiros a bordo, informaram as autoridades. A aeronave fazia um voo para São Petesburgo de Moscou. Havia sete passageiros e três funcionários. Todos os indivíduos a bordo perderam a vida.

O órgão publicou a lista de passageiros do avião que caiu na região de Tver: Propustin Sergey; Makaryan Evgeniy; Totmin Alexander; Chekalov Valeriy; Utkin Dmitry; Matuseev Nikolay; Prigozhin Evgeniy; Membros da tripulação: Levshin Aleksei, comandante; Karimov Rustam, co-piloto; Raspopova Kristina, comissária de bordo.


Prigozhin era o líder do grupo Wagner, uma empresa militar privada que foi empregada em diversas guerras, inclusive na Ucrânia. O grupo foi dissolvido depois de um motim na Rússia. Utkin era um dos fundadores e comandantes do grupo Wagner e braço-direito de Prigozhin.


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page