Rússia desclassifica documentos sobre 1ºs cosmonautas


Funcionários públicos limpam estátua de Yuri Gagarin, primeiro homem a viajar no espaço (Aleksei Kudenko/Sputnik)

Na antecipação do 60º aniversário do primeiro voo tripulado ao espaço, em 12 de abril, o Ministério da Defesa da Rússia desclassificou uma série de documentos pessoais dos primeiros cosmonautas soviéticos.

Os documentos foram publicados no portal on-line da entidade russa, em uma página dedicada a esta data especial.

Segundo o comunicado do ministério, "os documentos históricos e fotografias transmitem de maneira vívida e emocional o caminho que tiveram que percorrer os primeiros participantes do programa espacial até esse grande feito".


Cosmonauta Yuri Gagarin e engenheiro-chefe de foguetes e naves, Sergei Korolev (SERGEEV/Sputnik)

Entre os documentos pessoais desclassificados, encontram-se os do famoso cosmonauta Yuri Gagarin, o primeiro ser humano a realizar um voo espacial no mundo, e de outros oficiais da Força Aérea da União Soviética, tais como German Titov e Aleksei Leonov.

Além disso, também é possível ler a carta de recomendação de Yuri Gagarin proveniente da Escola de Aviação Militar Voroshilov, em Chkalovsk. Nela, a instituição destaca que, durante seus exercícios aéreos, o cosmonauta "era valente, tinha iniciativa e era persistente".

Agora, todos os curiosos e apaixonados pela história espacial soviética e russa poderão obter mais informação sobre as vidas dos grandes heróis, bem como ler suas memórias escritas pelos próprios.


Fonte: Agência Sputnik

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg