Reino Unido: traficante de escravos jogado no rio


Neste domingo (7), manifestantes de um protesto contra o racismo, em Bristol, Reino Unido, derrubaram uma estátua de um traficante de escravizados do século XVII.

Em meio a um protesto no Reino Unido, em solidariedade às manifestações estadunidenses contra o racismo após o assassinato de George Floyd, manifestantes derrubaram uma estátua do traficante de escravizados, Edward Colston, que viveu entre 1636 e 1721. A movimentação foi publicada em vídeos nas redes sociais:

Os manifestantes derrubaram a estátua e depois rolaram o monumento até um rio que corta a cidade britânica. Em seguida, despejaram a estátua no rio.

Edward Colston fez fortuna no final do século 17. Estima-se que ele tenha transportado 84 mil homens, mulheres e crianças negociados como escravos na África ocidental – 19 mil morreram na jornada para o Caribe e para as Américas.

A estátua em tributo ao escravocrata havia sido erguida em 1895. A homenagem sofria críticas fazia muito tempo, tendo sido alvo de diversos manifestos públicos para removê-la da praça pública.

Os protestos que continuam nos Estados Unidos contra o racismo e a violência policial foram deflagrados após o assassinato de George Floyd. O homem negro foi asfixiado por policiais que pressionaram suas costas e pescoço até sua morte. A ação policial foi filmada e viralizou, gerando revolta nos EUA.

Diversas manifestações semelhantes ocorrem na Europa tanto em capitais como cidades menores. É o caso de Paris, Londres, Lisboa, Madrid, Barcelona e Amsterdã.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: