Rio: 3ª dose contra covid em idosos começa em setembro


(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A cidade do Rio de Janeiro aplicará a terceira dose de vacina contra a covid-19 em idosos a partir de setembro. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (23) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Segundo a SMS, ficou estabelecido que, independentemente da vacina tomada nas duas primeiras doses, para a terceira dose serão usadas vacinas da Pfizer e da AstraZeneca.

Estudos científicos em vários países constataram que idosos têm, de forma geral, o sistema imune menos efetivo do que pessoas mais jovens, o que justificaria mais uma dose de reforço contra o coronavírus.

“Em reunião na manhã desta segunda-feira, o Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 aprovou e recomendou a aplicação da dose de reforço (DR) nos idosos (60 anos ou mais). O calendário de vacinação da DR será elaborado e divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde dentro de alguns dias. A previsão é de que a dose de reforço seja aplicada entre setembro e novembro, de forma escalonada para idosos que tenham tomado a segunda dose há pelo menos seis meses, iniciando pelos residentes em instituições de longa permanência (ILPI), como asilos”, informou a SES através de uma nota.

Adolescentes com deficiência

A secretaria iniciou nesta segunda-feira (23) a vacinação contra a covid-19 dos adolescentes com deficiência a partir dos 12 anos. Ao mesmo tempo, também está sendo realizada a imunização de gestantes, puérperas e lactantes menores de 18 anos, preferencialmente no período da tarde, além de pessoas com 25 anos ou mais que ainda não tenham se vacinado.

Pessoas com deficiência devem apresentar laudo da rede pública ou particular; cartões de gratuidade no transporte público; documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência; documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de uma pessoa com deficiência.

A prefeitura informou que devido à quantidade ainda insuficiente de doses, a vacinação para a faixa etária dos 17 anos será iniciada após a chegada de novas remessas de vacinas a serem enviadas pelo Ministério da Saúde.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg