Rio aplica 2ª dose de reforço em pessoas com 60 anos


(Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio)

O município do Rio começou nesta quarta-feira (11) a aplicação da segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 em pessoas como 60 anos ou mais. Para receber o imunizante, é preciso que o primeiro reforço tenha sido aplicado há quatro meses ou mais.

O calendário da Secretaria Municipal de Saúde prevê concluir a vacinação dos idosos até o próximo dia 21.

De acordo com os dados da secretaria, apenas 45% dos idosos com 80 anos ou mais, cuja imunização com a segunda dose de reforço começou no fim de março deste ano, estão com o esquema vacinal completo.

Desde o dia 27 de abril, a cidade está aplicando o segundo reforço em idosos a partir de 70 anos e, desde 4 de maio, a imunização foi estendida àqueles que têm 65 anos ou mais.

Boa saúde

Para receber a segunda dose de reforço, o idoso deve apresentar boas condições de saúde. Em caso de quadro gripal, a vacinação deve ser adiada até o fim dos sintomas; ou se for caso confirmado de covid-19 especificamente, o recomendado é aguardar 30 dias desde o teste positivo ou do início dos sintomas. A vacina contra covid-19 está disponível nas 236 unidades de Atenção Primária e nos postos extras de vacinação espalhados pela cidade.

Contra gripe

Ao comparecerem aos postos para receber a nova dose, os idosos com 60 anos ou mais podem, ainda, aproveitar a oportunidade para se vacinar também contra influenza.

"Com a proximidade do inverno, a gripe passa a ser mais uma preocupação, por causa das complicações que pode ocasionar em idosos, entre outros grupos. As duas vacinas podem ser aplicadas no mesmo momento, com toda segurança", recomenda o secretário municipal de saúde, Rodrigo Prado.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg