Rio cancela carnaval de rua mas mantém desfiles no Sambódromo


A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta terça-feira (4) o cancelamento do carnaval de rua devido à alta da taxa de transmissão da variante ômicron na cidade. A decisão foi tomada em reunião do perfeito Eduardo Paes (PSD) com lideranças de associações de blocos de rua.

“Não haverá Carnaval de rua nos moldes do passado”, disse o prefeito em live no início da noite.

Na mesma live realizada, Paes disse que os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí, no entanto, permanecem confirmados. O prefeito argumenta que o evento no Sambódromo permite a exigência de vacinação contra a covid-19 e o controle de testagem, o que não seria possível nos desfiles dos blocos pelas ruas.

A prefeitura considera que a transmissão comunitária da variante ômicron já está se refletindo em um aumento de notificações da doença na capital fluminense. Além da covid-19, o Rio ainda vive uma epidemia de gripe (Influenza) e já registrou um caso da chamada "flurona" - um adolescente de 16 anos testou positivo tanto para covid-19 quanto para a Influenza.

Pelo menos três capitais brasileiras - Salvador, Belo Horizonte e Fortaleza - já confirmaram o cancelamento da realização do Carnaval 2022 devido à alta da variante ômicron nos estados.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg