Rio confirma morte de 2º paciente por variante da Covid


(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A prefeitura do Rio de Janeiro confirmou nesta sexta-feira (19) a morte de um paciente contaminado com nova variante do coronavírus.

O paciente, de 41 anos, era de Manaus, tinha hipertensão arterial sistêmica e obesidade, e estava internado no Hospital Federal do Servidor.

É o segundo óbito identificado no estado de pessoas que contraíram uma mutação do vírus. Na terça-feira (16), um homem de 55 anos morreu após ser internado em hospital de Nova Iguaçu com sintomas da Covid-19.

Até o momento, foram identificados cinco casos de variantes do coronavírus no estado. Na quinta-feira (18), as secretarias estadual e municipal de Saúde do Rio informaram que há transmissão comunitária de duas mutações do coronavírus no Rio, a variante brasileira e do Reino Unido.

Segundo a prefeitura do Rio, os outros três pacientes diagnosticados com a nova variante têm sintomas leves. Devido ao histórico dos contaminados, as autoridades sanitárias concluíram que já existe transmissão doméstica dos vírus.

Mutações preocupam

As mutações do coronavírus vem causando preocupação entre os especialistas, pois algumas delas podem ser transmitidas mais rapidamente. Em função disso, epidemiologistas pedem para o ritmo da vacinação no país ser acelerado.

Segundo levantamento de consórcio de imprensa, 5.614.633 de pessoas tomaram a primeira dose da vacina e 883.379 a segunda até a noite de quinta-feira (18). O Brasil é o terceiro país no mundo que ultrapassou 10 milhões de casos da doença - os outros são Estados Unidos e Índia. O país registra 243.457 mortes pela Covid-19, atrás apenas dos EUA no mapa mundial do coronavírus.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: