Rio libera uso de máscaras em locais abertos

Atualizado: 27 de out. de 2021


(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Apesar de ainda haver divisão entre especialistas sobre o momento ideal para flexibilização do uso de máscaras, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou nesta terça-feira (26) a liberação do uso em locais abertos na cidade. Em ambientes fechados, a obrigatoriedade continua valendo. A nova regra passa a valer a partir desta quarta-feira quando será publicada em decreto no Diário Oficial do município.

Também nesta terça-feira, antes de Paes anunciar a mudança, a Assembleia Legislativa do Rio aprovou autorização para os municípios liberarem o uso das máscaras no estado.

As decisões foram tomadas em meio às menores taxas de incidência e de mortalidade por covid-19 no Rio de Janeiro.

O prefeito alega que ouviu o comitê científico da prefeitura e este manteve a posição liberar o uso em ambiente aberto com 65% da população total vacinada, como estava programado.

Entre os que divergem o argumento é que a liberação só deveria ocorrer com ao menos 75% da população vacinada com ciclo completo contra a covid-19.

'Os exemplos mundiais'

A decisão da Alerj será encaminhada à Secretaria de Estado de Saúde, que decidirá o melhor momento para a flexibilização. Caberá ainda a cada município a decisão final.

Para garantir a flexibilização do uso de máscara alguns parâmetros devem ser considerados: distanciamento social; ambiente aberto e fechado; percentual de vacinação da população; realização de eventos-testes; outros critérios científicos pertinentes.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), disse que a Casa não estava indo contra a ciência, pois a decisão final ficará à cargo dos técnicos da Secretaria de Estado de Saúde.

“Nós não estamos indo contra a ciência. Estamos remetendo à Secretaria de estado da Saúde. Pois já é hora. Mas vamos manter em locais fechados. Nós acreditamos na ciência e quem vai decidir é a ciência. A política não vai intervir. Chegou a hora de começarmos a pensar a flexibilização”, disse Ceciliano.

Para o deputado Waldeck Carneiro (PT), os exemplos mundiais, de países que estão voltando a exigir o uso de máscaras, mostram que ainda é necessário manter o uso do equipamento nas ruas, a fim de não causar um repique da covid-19 no estado. “Estão voltando a usar máscara, o que revela que fizeram um movimento prematuro, precipitado. É um projeto inoportuno. Não é o momento de se retirar as máscaras. A gente usa elas para nos proteger e para proteger os outros", disse Waldeck.

Medida só vale depois que governador sancionar

No final do dia, a Prefeitura do Rio informou que o uso de máscaras segue obrigatório em locais abertos da cidade, e aguarda a sanção da lei pelo governador Cláudio Castro.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg