top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Rio Oil & Gas 2022 abre inscrições para trabalhos técnicos


Estão abertas, até 7 de outubro de 2021, as inscrições para a chamada de trabalhos da Rio Oil & Gas 2022, maior evento do segmento da América Latina, desenvolvido e gerenciado pelo Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP). Acadêmicos, estudantes, profissionais do setor e outros interessados devem acessar o site da conferência e se cadastrar na área do autor para conhecer o novo temário e orientações gerais para envio das sinopses. Os trabalhos poderão ser submetidos em 4 eixos temáticos: Upstream, Midstream & Downstream, Gás Natural & Energia e a Indústria do Futuro, este último novidade da próxima edição da conferência. Será possível, ainda, taguear o trabalho com um dos conteúdos transversais: ESG, Transição Energética e Transformação Digital.

Valéria Lima (Co-Chair do Comitê Técnico da Rio Oil & Gas 2022 e Diretora Executiva de Downstream do IBP) espera a ampliação do escopo do evento com maior participação do segmento de Downstream, que respondeu por apenas 10% do total de inscritos na Rio Oil & Gas 2020.

Diante da transformação em curso neste segmento, a executiva espera contribuições relacionadas com o novo contexto de mercado, com mais agentes competindo entre si, onde todo o arcabouço regulatório precisa ser redesenhado para acomodar a nova realidade pós desinvestimentos no refino. Ainda, ciente do papel importante dos biocombustíveis para atender os compromissos do setor com a descarbonização da economia, são esperadas pesquisas e desenvolvimentos de novas tecnologias e processos nesta área.

O eixo de Upstream inclui os temas de exploração, reservatório, poços, sistemas de produção e gerenciamento de projetos e modelos econômicos. Os temas de Midstream e Downtream cobrem produção, importação e distribuição de combustíveis, GLP, lubrificantes, biocombustíveis, infraestrutura e logística, estrutura de preços e mercado irregular.

O direcionamento em Gás Natural &Energia abrange aspectos regionais e globais, oferta, mercado e planejamento, infraestrutura setorial, GNL, avaliação econômica e financeira de projetos, regulação e integração gás-eletricidade.

A Indústria do Futuro pretende explorar a visão estratégica, riscos, sustentabilidade, ampliação da vida dos ativos, segurança operacional, diversidade e qualidade do capital humano, Deep Tech, soluções digitais, implantação e operação de grandes projetos de capital, além de comercialização e logística em ativos de alta complexidade.

O comitê técnico, responsável pela proposição do temário do evento, é coordenado por lideranças renomadas do mercado, como Luiz Schmall (Gerente Geral da Petrobras), Marcelo Alfradique (Superintendente adjunto da Empresa de Pesquisa Energética - EPE), Patrícia Gabrowsky (Gerente de Inovação da Ocyan), Patrícia Pradal (Diretora de Relações Corporativas e de Desenvolvimento de Negócios da Chevron Brasil), Sheyla Oliveira (Gerente de Relações Institucionais da BR Distribuidora) e Viviana Coelho (Gerente Corporativa de Emissões, Eficiência Energética e Transição para Baixo Carbono da Petrobras).

Os trabalhos finais concorrem a menções honrosas e tornam-se aptos para receber o Plinio Cantanhede (maior premiação do evento). Ainda serão publicados na biblioteca online do IBP, que recebeu mais de 140 mil visitas desde a edição do ano passado da conferência. Também conquistam registros ISSN e DOI, que proporcionam potenciais indexações em bases científicas internacionais de reconhecidos centros parceiros de estudo e pesquisas.

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page