top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

RJ reforça ajuda ao Rio Grande do Sul com efetivo e estrutura da PM

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Polícia Militar, vai enviar apoio técnico e logístico para auxiliar as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. A princípio, 24 policiais militares, sendo 20 deles do Comando de Policiamento Ambiental (CPAm) e 4 do Grupamento Especializado de Salvamento e Ações de Resgate (GESAR), estarão na equipe. Junto aos policiais, cinco viaturas, um barco e duas motos aquáticas partem da Capital Fluminense rumo à Base Aérea da Cidade de Canoas. O Estado do Rio já enviou 74 agentes, incluindo bombeiros e policiais civis para o Rio Grande do Sul.

"O envio do efetivo especializado vai reforçar os trabalhos no Rio Grande do Sul de forma técnica e precisa. Não estamos medindo esforços para auxiliar a minimizar os impactos da tragédia no Sul do país. Estamos ajudando a salvar vidas", disse o governador Cláudio Castro.


Para o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Marcelo de Menezes, a ajuda destinada vai agregar muito diante do cenário crítico apresentado.


"Os policiais que estamos enviando são altamente treinados para atuação em ambientes inóspitos, com os obstáculos que a população gaúcha vem enfrentando. Nossas equipes podem auxiliar muito na leitura do terreno acidentado, assim como com as técnicas específicas de resgate. Seremos mais uma instituição a compor o conjunto de esforços já reunidos pelo Governo do Estado do Rio, que já vem se mobilizando no apoio ao nosso ente federativo", analisou o secretário Menezes.


Os policiais do CPAm da Polícia Militar são treinados e possuem experiência na atuação em áreas de mata diversas, condução de embarcações - inclusive em cursos fluviais - assim como no salvamento em trilhas e ambientes de natureza virgem.


Já os policiais do GESAR da corporação possuem ampla experiência em salvamento e resgate, recebendo treinamentos equivalentes aos de tropas atuantes em cenários críticos em todo o mundo.


Bombeiros e Polícia Civil


A força-tarefa montada pelo Corpo de Bombeiros possui mais 11 viaturas, 15 barcos, 5 pickups, dois caminhões, um ônibus e cerca de 200 materiais diversos de salvamento em desastres. O grupo tem profissionais da área da saúde e especialistas em salvamento em desastres, com atuação em soterramentos, desabamentos, enchentes e inundações, entre outros.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page