Roberto Jefferson recebe alta e volta para o Bangu 8


O ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, deixou nesta quinta-feira (14) à tarde o Hospital Samaritano Barra, na Zona Oeste do Rio, escoltado pela Polícia Federal. Ele recebeu alta após ser internado no início de setembro para ser submetido a um cateterismo para desobstrução de uma artéria. Por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o político bolsonarista foi levado direto de volta ao presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó.

Para o ministro, “a prisão deve ser mantida para a garantia da ordem pública e o devido prosseguimento do processo”.

Jefferson teve a prisão preventiva decretada no dia 13 de agosto, por determinação de Moraes sob acusação de participação em uma organização criminosa que atuaria para desestabilizar a democracia e divulgar mentiras sobre ministros do STF.

Em 4 de setembro, Moraes havia autorizado a transferência de Jefferson da prisão para um hospital particular para que fosse submetido a tratamento médico.

Segundo a defesa do ex-deputado, o plenário do STF começa julgar nesta sexta-feira um habeas corpus de Jefferson questionando a prisão preventiva. O relator do pedido é o ministro Edson Fachin.

Perícia e fake news

Alexandre de Moraes também determinou nesta quinta-feira que a Polícia Federal realize, em até 30 dias, uma perícia contábil nas notas fiscais relativas aos serviços prestados ao PTB pela empresa de comunicação que faz sua assessoria de marketing digital.

A decisão decorre de ofício encaminhado pela Corregedoria-Geral Eleitoral, que apura a disseminação de notícias falsas por Roberto Jefferson, que, por meio de redes sociais, teria utilizado a estrutura do partido para difundir desinformação e fake news.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg