Rodrigo Neves avalia possibilidade de segundo turno


Neste sábado, dia 1º, véspera do primeiro turno das Eleições, o candidato a governador do Rio de Janeiro pelo PDT, Rodrigo Neves, participou de caminhada na Praia de Icaraí, na Zona Sul de Niterói, e em seguida visitou comunidades em todas as regiões de Niterói, cidade que governou por oito anos. O candidato mostrou-se animado com a possibilidade de ir ao segundo turno e falou aos eleitores indecisos. “Nas últimas eleições para o Governo do Estado vimos o cenário mudar na véspera da votação. Hoje ainda há mais de 30% dos eleitores indecisos, então eu estou muito animado, pois acredito que os eleitores tenham visto que nossa candidatura tem coerência e um histórico de boas realizações. Agora esses eleitores sabem que há uma opção pela nossa candidatura, que reúne as duas melhores escolas de administração pública no estado do Rio de Janeiro: a tradição de boa gestão do PDT de Niterói e a administração do Eduardo Paes na capital”, argumentou Rodrigo Neves. Ao longo do dia o ex-prefeito de Niterói participou de encontros com moradores das comunidades do Morro do Zulu e Viradouro, em Santa Rosa, Teixeira de Freitas, no Fonseca, Morro do Estado, no Centro, Morro do Preventório, em Jurujuba, Bonsucesso, Jacaré, Boa Esperança e Lagoa, na Região Oceânica, e fez um ‘apelo à consciência crítica do eleitor do Rio de Janeiro’ ao analisar as candidaturas concorrentes. “Os eleitores já conheciam o Freixo e o Castro, e ainda assim mais de um terço do eleitorado continua indeciso, o que significa que os eleitores do Rio de Janeiro não querem um e outro, e por muitas vezes votam em um para evitar o outro. Isso se dá porque a continuidade do governo Castro é a continuidade do Witzel, da má gestão, da corrupção e da falta de compromisso com o povo; e por outro lado, com todo respeito ao Freixo, nós não podemos arriscar o futuro do Rio de Janeiro colocando o governo nas mãos de quem nunca governou nada e que de uma hora para outra deu uma guinada de 180 graus em relação às pautas que ele defendeu a vida inteira. Por tudo isso tenho certeza de que neste domingo o povo vai digitar 12 nas urnas, vamos ao segundo turno, vamos vencer esta eleição e vamos reconstruir o estado do Rio de Janeiro”.

300x250px.gif
728x90px.gif