top of page

Rose Araújo lança primeiro livro no Solar do Jambeiro

A poeta e ativista cultural, Rose Araújo lança seu livro de estréia “Quando Vida, Poesia” ( Editorial Casa), no dia 11 de dezembro (domingo), às 15h, no Salão Amarelo do Solar do Jambeiro. Evento terá sarau com vários poetas e também marca primeira edição itinerante da CasAmarElinha

Divulgação

O evento contará com importantes nomes da poesia carioca, a ocasião marca também a primeira edição itinerante do Sarau da CasAmarElinha, criado por Rose em sua casa na região oceânica de Niterói durante a pandemia.


O projeto de Rose foi premiado pela Associação Profissional de Poetas no Estado do Rio de Janeiro (APPERJ) e também recebeu o Troféu Arte em Movimento. Entre os poetas que confirmaram presença estão João do Corujão, Sadi Bianchin (secretário de cultura de Maricá), Marcela Giannini, Celi Luz, Annamaria Fernandes, Dan Juan Nissan Cohen, além de Bayard Tonelli.


Repleta de versos plenos de esperança, o livro de Rose é uma voz dissonante e transgressora, que foi gestada nos últimos cinco anos, mas tomou sua forma final nos últimos dois anos da pandemia de Covid-19. O livro tem a orelha do escritor e revisor Ricardo Alfaya, e apresentação do poeta, contista, crítico e tradutor Tanussi Cardoso.


De acordo com Ricardo Alfaya, o mais admirável na obra de Rose são a leveza e o lirismo: “Presentes mesmo quando a autora registra a recente perda de poetas “querIDOS”: “Voe amigo/sobrevoe/ sua luz não se apaga/ apenas traduz outros prismas/captura outro olhar.” “Quando Vida, Poesia “é dividido em três capítulos. A poeta separou sua obra em capítulos de modo a ressaltar a unificação formal e temática do livro.


Embora divididos, os poemas possuem um só enredo e estão unidos por um laço: vida e poesia. “Porém, as divisões não são estanques e não impedem os textos, de alguma maneira, de se entrecruzam em vários momentos, interligando-se emocionalmente”, pontua o premiado poeta Tanussi Cardoso em sua apresentação.


E se há um só enredo no livro de Rose, pode-se dizer que a tônica de seus escritos é o amor. Durante todas as páginas ela fala sobre o amor e mesmo quando não dita, a palavra amor se encontra implícita em seus versos. O amor, enquanto verbo, surge em vários versos. Destaque para sua aparição no poema “Solar”, o último do capítulo Significâncias: “CasAmarEla/CasAMAR/CasaMar/toda ela/ na casa das casas/ a Terra/ porque amar é linha/ é fio condutor de vida/ é presente/ sina.


O poema Solar, aliás, é uma homenagem ao Espaço das Artes CasAmarelinha, que fomenta a cultura e suas diversas expressões, mesmo local onde vive a artista e onde acontece o Sarau da CasAmarelinha, em Niterói, no Rio de Janeiro.


Idealizado durante a pandemia e realizado através de um aplicativo de mensagens pelo celular, o Sarau da CasAmarelinha recebeu o um prêmio da APPERJ (Associação Profissional de Poetas no Estado do Rio de Janeiro) por sua inovação.


Em suas edições, a paranaense Rose “recebe” virtualmente poetas de todo o Brasil.


“Fazemos um grupo no whatsapp e posto ali os vídeos recebidos dos poetas com suas declamações. Após cada participação, é possível a interação uns com os outros”, adianta Rose, que, por dever de ofício, também assina o projeto gráfico de seu livro.


Sobre Rose Araújo


Nascida em Londrina, viveu muitos anos no Rio de Janeiro. Daí considerar-se tanto paranaense quanto carioca. Atualmente, reside em Niterói. Graduada em Desenho Industrial, desenvolveu inúmeros projetos gráficos, sobretudo no âmbito da fotografia, do design e da música. Também coordena o espaço das artes CasAmarElinha, em Niterói, no qual fomenta a cultura em suas diversas expressões. A autora tem participado de lives, entrevistas e antologias literárias.


Além disso, vem idealizando e coordenando saraus poéticos aos quais comparecem relevantes nomes do cenário nacional. “Quando Vida, Poesia" marca a estreia de Rose em livro solo. Obra gestada afetivamente em versos que vêm ao encontro dos significativos fazeres da arte. Eclosão mais do que necessária nesses tempos gris.


Serviço


Lançamento do livro de Rose Araujo “Quando Vida, Poesia”

Data: 11 de dezembro (domingo)

Horário: 15h

Classificação: Livre

Capacidade: 40 pessoas

Entrada Gratuita

Local: Solar do Jambeiro – Salão Amarelo

Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 - Ingá, Niterói.


Fonte: Departamento de Imprensa SMC/FAN


300x250px.gif
728x90px.gif