São Gonçalo se prepara para vacinar a população


A Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo já está preparada para receber as vacinas contra o coronavírus do Ministério da Saúde. O planejamento de vacinação está sendo desenvolvido, mas já é certo que os profissionais da saúde, idosos com mais de 75 anos e institucionalizados (aqueles que estão em asilos e outras instituições) serão os primeiros grupos vacinados, um total de cerca de 50 mil pessoas.


Para garantir a qualidade das vacinas, as geladeiras domésticas das salas de imunização estão sendo substituídas por novas câmaras de conservação. São 90 no total para atender todas as unidades de saúde distribuídas na cidade. As câmaras garantem que as vacinas permaneçam eficientes mesmo com falta de luz durante 24 horas. Seringas e agulhas também já estão disponíveis.


“Estamos terminando o planejamento de vacinação, que deve ficar pronto até a próxima semana. A vacinação vai acontecer por fases, priorizando o trabalhador da saúde e idosos. Mas não temos nenhum detalhe de quando as vacinas serão entregues, quantas serão e quais serão”, explicou Rafael Vidal, coordenador de vacinação em São Gonçalo.

A segunda fase contemplará idosos de 60 a 74 anos; a terceira será para pessoas com comorbidades (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares); a quarta fase será para professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade. As datas das fases ainda serão definidas pelo Ministério da Saúde.

A vacina contra a covid-19 é contraindicada para menores de 18 anos, gestantes e para pessoas que já apresentaram reação anafilática confirmada a qualquer componente da vacina.


Mobilidade urbana na pauta

Capitão N

Capitão Nelson recebe o presidente do Conleste para discutir mobilidade urgana na região / Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, recebeu em seu gabinete, na noite desta segunda-feira (11), o atual presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste), Sadinoel Oliveira, ex-prefeito de Itaboraí, para discutir propostas de interesse para a Região Leste Fluminense, entre elas o plano de mobilidade urbana. O encontro foi realizado na sede da prefeitura, no Centro, e contou com a participação de representantes da Secretaria de Gestão Integrada e Projetos - pasta responsável por garantir a execução das propostas debatidas.


De acordo com Capitão Nelson, a reunião funcionou como uma prévia do encontro que está marcado para o dia 25, com representantes dos 16 municípios que compõem o Conleste, onde estratégias de atuação em conjunto serão discutidas.

"O Sadinoel, enquanto presidente do Conleste, veio me passar algumas orientações e dividir sua experiência. É importante ter essa troca de ideias, especialmente em prol do desenvolvimento da nossa região. Estamos trabalhando em um projeto de mobilidade em parceria com outros municípios, por este motivo, precisamos estar alinhados com as cidades que fazem parte do Conleste", avaliou Capitão Nelson.

Durante a reunião, a secretária adjunta de Gestão Integrada e Projetos, Maria Gabriela Bessa, e a assessora especial da pasta, Julia Sobreira, destacaram o projeto do BRS (Bus Rapid Service - Serviço de Ônibus Rápido), que está em fase final de estudos de projeto, com previsão de término em maio.

"Após o término dos estudos, teremos condições de pleitear, junto ao Governo Federal, recursos para a execução do BRS e ampliar a qualidade do deslocamento na cidade. Por este motivo, estamos nos adiantando e estreitando os laços com o consórcio, para traçar um plano conjunto de mobilidade urbana. Queremos identificar as principais demandas e atender às expectativas da população".

O presidente do Conleste, Sadinoel Oliveira, ressalta que São Gonçalo precisa fazer valer o peso que tem na Região Leste Fluminense, algo que ficou perdido nos últimos anos.

"São Gonçalo precisa ter representatividade política. Vim desejar boas-vindas e sorte ao novo prefeito, Capitão Nelson, pois sei de sua capacidade e dos desafios que estão pela frente. Fui muito bem acolhido e fiquei feliz por poder discutir um tema tão importante, como é a mobilidade urbana, tendo como vetor principal os municípios do Conleste", concluiu Sadinoel.


Também participaram da reunião o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Marcio Picanço Cerqueira, e o diretor geral do Conleste, João Pedro Leal.


BRS

O projeto do BRS, que está sendo elaborado pelo consórcio Coba Logit, consiste na criação de um binário aproveitando o eixo desativado da antiga linha férrea e o sistema viário do município. O binário deverá ser composto por faixas exclusivas destinadas ao transporte coletivo, com uma linha principal ligando Neves a Alcântara (que também receberá a ciclovia), além de linhas alimentadoras. Os estudos estão sendo feitos com recursos oriundos do Ministério de Desenvolvimento Regional, através da Caixa Econômica Federal.


O projeto já passou por diversas etapas como: levantamento de informações e pesquisas, análise do sistema, elaboração e análise de alternativas e levantamentos topográficos e cadastrais. Também já foram realizados o estudo funcional, prospecção geotécnica, consolidação e estudo do traçado, estudos topográficos, cadastrais e preparação dos elementos, estudos hidrológicos, estudos geológicos e geotécnicos, e caracterização do pavimento existente.

1/3
300x250px.gif