top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Segurança Presente completa 10 anos de atuação no RJ

O Governo do Estado do Rio lançou neste domingo (16/3), uma campanha publicitária pelos 10 anos do Segurança Presente, maior programa de polícia de proximidade do país. A campanha, que terá inserções no rádio, emissoras de TV, jornais, redes e sites com banners, não só celebra o sucesso desse projeto, como é ainda uma prestação de contas, uma oportunidade para a população constatar as conquistas e resultados do programa.

Desde 2021, o Segurança Presente quase dobrou de tamanho e conta, hoje, com quase 4 mil agentes (militares e civis) em 40 bases espalhadas por 22 municípios do Rio de Janeiro. Só na Cidade do Rio, são ao todo 17 bases (Zonas Sul, Norte e Oeste, e Centro). São 12 na Baixada Fluminense, 8 no Interior e outras 3 também na Região Metropolitana 2 (Niterói, São Gonçalo e Itaboraí).

"O Segurança Presente é, acima de tudo, um programa da população. É a polícia de proximidade atendendo o morador de cada bairro, garantindo o reforço do policiamento e o aumento da sensação de segurança. Também cria laços entre os agentes e os cidadãos e cumpre um papel social que vai além da segurança pública. A importância desse projeto é imensa. Por isso, na minha gestão inaugurei mais 19 bases, praticamente quase dobrando a quantidade. Esses 10 anos são um marco e temos que comemorar o sucesso que é o Segurança Presente", declarou o governador Cláudio Castro.

A campanha mostra ainda que o programa não age só como como forma de policiamento, mas também na criação de laços e relações de confiança entre os cidadãos e as instituições policiais.


Seus agentes, além de prevenirem e coibirem a atuação de criminosos nos bairros, prestam auxílio às pessoas em situação de vulnerabilidade, colaborando para que tenham acesso a direitos básicos, como a emissão gratuita de documentos. Em 36 das 40 bases do Segurança Presente há grupos de assistentes sociais, que interagem com a comunidade e atuam nas necessidades básicas.

Projetos “Viva Melhor” e “Mulheres Encorajadas”

O Segurança Presente contempla a população fluminense também com diversos projetos. O “Viva Melhor” oferece aulas de ginástica, ministradas por professores de Educação Física, para a terceira idade, em 9 bases do programa. E, em breve, chegará a outros bairros.

O “Mulheres Encorajadas”, na base de Miguel Couto, atende a 70 mulheres vítimas de violência doméstica. Além de assistência psicológica e agendamento de exames, o projeto oferece aulas de dança, autodefesa, artesanato e palestras, conectando as vítimas a redes públicas e privadas de assistência.

Apoio às Crianças em Vulnerabilidade Social

Nove bases do Segurança Presente abordam a vulnerabilidade social de crianças, oferecendo atividades como Yoga, Jiu-Jitsu, Dança, Artesanato, Modelagem e visitas turísticas guiadas. Os assistentes sociais e policiais das bases desempenham papel crucial nesse suporte.

Segurança Presente em números

Desde o começo, o Segurança Presente já atendeu mais 400 mil pessoas em vulnerabilidade social, localizou 8 mil foragidos da Justiça e conduziu mais de 57 mil suspeitos às delegacias.


Somente na Lapa, área onde o programa começou, foram mais de 90 mil atendimentos à população em situação de rua.

Redução de criminalidade

Em média geral, as bases do Segurança Presente registraram redução de criminalidade em 2023 na comparação com 2022, dentro do horário e atuação do programa.

Foram 50% a menos de casos de roubo a pedestres no interior; 42% a menos de casos de roubos a estabelecimentos comerciais na Baixada; 43% a menos de roubos de veículos na capital; 23% a menos de casos de roubo a pedestre na capital; e 22% a menos de casos de roubo a celulares na capital.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro



Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page