Seis mortos confirmados na enxurrada em Petrópolis

A forte chuva que atingiu Petrópolis na tarde desta terça-feira (15/2), deixou a cidade debaixo d'água. À noite, a Defesa Civil decretou estado de calamidade. Em vídeos divulgados nas redes sociais é possível ver a enxurrada arrastando carros, e também ouvir a voz de moradores em pânico: "Meu Deus do céu, olha só. Misericórdia, Senhor".

Reprodução

De acordo com o coronel do Corpo de Bombeiros, Leandro Monteiro, há seis mortos confirmados e, pelo menos, três pessoas soterradas em deslizamento no Morro da Oficina, no bairro Alto da Serra. Há relatos de um colégio que desabou. As crianças foram levadas para um pronto socorro próximo.


Em seis horas, choveu mais que o esperado para o mês inteiro, e o índice pluviométrico chegou a 259 milímetros. O rio transbordou no Centro, e a velocidade com que a água subiu pegou motoristas de surpresa. Uma das imagens que circulam nas redes sociais mostra um carro sendo arrastado com os ocupantes dentro, além de um ônibus que também foi levado pela correnteza.


A Defesa Civil informou que houve 49 ocorrências por deslizamento em diferentes pontos da cidade. Os chamados não param e vários bairros estão alagados. Todo o efetivo está nas ruas, prestando atendimento às ocorrências. A Defesa Civil também acionou o toque das sirenes do primeiro distrito, situadas nos bairros Alto da Serra, 24 de Maio , Vila Felipe, Campinho, Chácara Flora e Dr. Thouzet.


A Prefeitura convocou equipes para atender os afetados, em caráter de urgência. Locais de apoio foram disponibilizados para o acolhimento das pessoas retiradas das área de risco. Agentes da CPTrans e do 26º BPM dão suporte para o bloqueio de vias.

Reprodução

A queda de uma barreira provocou interdição parcial serra de Petrópolis, na altura do km 82, sentido Juiz de Fora. O trânsito na região é lento e equipes da Concer também estão de pontidão.


300x250px.gif
728x90px.gif