SG e Niterói estão entre líderes de maus tratos a animais


Foto: Reprodução

São Gonçalo e Niterói aparecem entre as líderes em um ranking de maus tratos a animais elaborado pelo programa Linha Verde, do Disque Denúncia. O levantamento, que leva em conta os registros feitos até março de 2022, foi divulgado nesta terça-feira (5/4). Neste mês, foi lançada uma campanha de conscientização para prevenir a crueldade animal.


No mês instituído como Abril Laranja, o programa Linha Verde, do Disque Denúncia do Rio de Janeiro, reforça a importância da prevenção contra a crueldade animal. A campanha foi criada em 2006 pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra Animais (American Society for the Prevention of Cruelty to Animals, em inglês).


Os números contra esse tipo de violência ainda assustam. Desde o início deste ano, o programa Linha Verde já cadastrou mais de 5.333 denúncias sobre crimes ambientais em todo o estado do RJ e, deste montante, mais da metade, ou seja, 3.387 é referente ao crime de maus tratos contra animais.


Os recordistas em cadastro desse tipo de denúncia são: Rio de Janeiro (1843), Nova Iguaçu (253), São Gonçalo (243), Niterói (152), Duque de Caxias (151), Belford Roxo (99), São João de Meriti (97), Itaguaí (40), Itaboraí (37) e Magé (37) e Angra dos Reis (35).


Como comparação, no primeiro trimestre de 2019, o Linha Verde cadastrou 1.773 informações sobre maus tratos, passando para 2.176 no mesmo período em 2020 e 1.967 no ano passado. É importante ressaltar que no Brasil, maltratar um animal é crime previsto em lei.


A população do estado do Rio pode denunciar esse e outros crimes contra o meio ambiente ao Linha Verde, do Disque Denúncia, através dos telefones (21) 2253 1177 e 0300 253 1177 (interior – custo de ligação local), pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”, site do Disque Denúncia ou ainda pela página do Linha Verde no Facebook. Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

300x250px.gif
728x90px.gif