STF dá a Lula acesso a mensagens de Moro e Dallagnol


Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowsky: acesso a conversas na Lava Jato (Foto: STF)

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta segunda-feira (28) acesso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva às mensagens trocadas entre o ex-juiz Sergio Moro e integrantes da Operação Lava Jato de Curitiba, entre os quais o procurador Deltan Dallagnol, que deixou a força-tarefa após sofrer vários processos.

As mensagens foram apreendidas no âmbito da Operação Spoofing, da Polícia Federal, que investiga a invasão de dispositivos eletrônicos de autoridades por hackers, e foram divulgadas em uma série de reportagens, denominada Vaza Jato, através de um pool de veículos de comunicação, capitaneado pelo site The Intercept Brasil. Entre as conversas divulgadas estão aquelas atribuídas a Moro e Dallagnol.

O ministro determinou que a 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal entregue à defesa de Lula em até dez dias todas as mensagens que mencionem o ex-presidente direta ou indiretamente. As informações foram publicadas no portal do STF.

Os advogados de Lula alegam ser necessário ter acesso ao teor do inquérito da Spoofing para identificar a possível parcialidade na condução dos processos contra o ex-presidente.

Segundo o despacho, as informações relativas a outras pessoas devem "permanecer sob rigoroso sigilo".

A defesa do ex-presidente alega que Lula continua impedido de obter pleno acesso aos elementos de prova que embasam ação penal em tramitação na 13ª Vara Federal de Curitiba, em que ele é acusado de ter recebido vantagens indevidas do Grupo Odebrecht.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

1/3
300x250px - para veicular a partir do di
Leia também: