STF manda prender deputado bolsonarista novamente


(Reprodução)

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso na tarde desta quinta-feira (24). Na decisão, atendendo a pedido feito pela Procuradoria Geral da República (PGR), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), cita o "total desprezo pela Justiça" pelo parlamentar bolsonarista.

De acordo com a decisão, o deputado, que cumpria prisão domiciliar no Rio de Janeiro, violou ao menos 36 vezes o monitoramento da tornozeleira eletrônica e não pagou a fiança, estipulada em R$ 100 mil pelo STF, pela infração.

"Em face do reiterado desrespeito às medidas restritivas estabelecidas, restabeleço a prisão de Daniel Lúcio da Silveira, recolhido imediatamente às dependências do Batalhão Especial prisional da polícia Militar do estado do Rio de Janeiro", escreveu o ministro em sua ordem de prisão contra o ex-PM, agora deputado.

O parlamentar teve a primeira prisão em flagrante decretada em fevereiro deste ano, após publicar um vídeo nas redes sociais ameaçando ministros do STF e por fazer apologia à ditadura militar, ao pedir a volta do AI-5, instrumento mais duro de repressão do regime que se instalou no país durante 21 anos (1964-1985).

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg