Técnico que agrediu árbitra com cabeçada é suspenso por 200 dias


(Reprodução)

Dezessete dias após agredir em campo a árbitra assistente Marcielly Netto com uma cabeçada, durante partida do Campeonato Capixaba, o ex-técnico Rafael Soriano – demitido da Desportiva Ferroviária após o jogo – foi punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santos (TJD-ES) com 200 dias de suspensão.

O caso foi julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo (TJD-ES) em sessão que durou mais de quatro horas e terminou no final da noite de ontem (26). A decisão ainda cabe recurso.

A agressão ocorreu durante o intervalo da partida entre Desportiva Ferroviária e Nova Venécia, pelas quartas de final do Estadual.

O ex-treinador já cumpria suspensão preventiva deste o último dia 11. Ele não participou da sessão no TJD-ES, sendo representado por Julio Cesar Campana Filho, advogado da Desportiva. A bandeirinha Marcielly esteve na audiência e prestou depoimento.

300x250px.gif
728x90px.gif