Tablado é patrimônio cultural e imaterial do Estado do Rio

Palco que lapidou e formou grandes talentos, a escola de teatro O Tablado, que comemora 70 anos em 2021, passa a ser, agora, patrimônio cultural e imaterial do Estado do Rio de Janeiro. O reconhecimento veio por lei sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada nesta segunda-feira (29/11). A lei estadual é derivada de projeto de autoria do deputado Noel de Carvalho (PSDB).

Divulgação

Criada em 28 de outubro de 1951 pela jovem mineira Maria Clara Machado e um grupo de artistas, a escola de teatro foi categorizada, inicialmente, como um “grupo amador” – como descrevia a ata de fundação.


Passados os anos, o espaço foi ganhando notoriedade e firmando sua importância na cena carioca pela montagem de clássicos, como ‘Nossa Cidade’, de Thornton Wilder, e também pelo teatro infantil.


Em 1955, O Tablado apresentou ao público ‘Pluft, o Fantasminha’, um de seus maiores sucessos. De Maria Clara Machado, o texto ultrapassou as fronteiras do país e foi traduzido para diversos idiomas. Bem tombado anteriormente pela Prefeitura do Rio, O Tablado tem, atualmente, cerca de 700 alunos e 20 professores.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif