top of page

Tarifa Social Ferroviária: lojas e postos abrem hoje e amanhã

Este é o último fim de semana para que os passageiros dos trens habilitem ou reativem seu Bilhete Único Intermunicipal (BUI) antes do reajuste da tarifa ferroviária, que entra em vigor no dia 2 de fevereiro. Quem estiver habilitado no BUI garante a adesão ao benefício e ao valor de R$ 5 no preço do bilhete dos trens.

Divulgação

Para o atendimento extra dos passageiros, três lojas e três postos da Riocard Mais estarão abertos hoje (28/01) e amanhã (29/01). Neste sábado, o atendimento nas unidades Central do Brasil, Campo Grande e Nova Iguaçu acontece de 07h às 14h, enquanto que, no domingo, somente a loja da Central estará em funcionamento. Os postos extras de cadastro das estações São Cristóvão, Maracanã e Deodoro abrem nos dois dias, de 07h às 14h.


Também estão à disposição dos passageiros o site www.cartaoriocard.com.br ou o assistente virtual Tomais pelo whatsapp (21) 2127-4000.


Lojas Riocard

Sábado (28/1) - 7h às 14h - Central do Brasil, Campo Grande e Nova Iguaçu

Domingo (29/01) - 7h às 14h - Central do Brasil


Postos para cadastro de novo BUI

Sábado (28/01) e domingo (29/01) - 7h às 14h - Estações São Cristóvão, Maracanã e Deodoro


Tarifa Social do Trem


Ter um cartão Riocard Mais habilitado no BUI é exigência para acesso à tarifa social de R$ 5 no trem do Rio de Janeiro. A partir do dia 02 de fevereiro, quem estiver usando o cartão pré-pago da SuperVia com a tarifa antiga deverá complementar o valor no total de R$ 7,40.


Já o passageiro que estiver com o cartão unitário carregado com o valor antigo terá até o dia 03 de fevereiro para comparecer à bilheteria e substituir o cartão por outro com o novo valor.


Quem tem direito ao desconto da Tarifa Social?


Para ter direito ao desconto da Tarifa Social, é preciso atender aos seguintes requisitos: ter entre 5 e 64 anos; ganho mensal até R$ 7.507,49; e possuir um cartão Riocard Mais habilitado no Bilhete Único Intermunicipal (BUI) e vinculado ao próprio CPF. Quem trabalha sem carteira assinada ou não possui renda também tem direito ao benefício.


O passageiro que já tem o cartão com o Bilhete Único ativado não precisará fazer nenhuma alteração. Para aqueles que usam Vale-Transporte associado à empresa, basta acionar o RH em seu local de trabalho.


Como cadastrar o benefício do Bilhete Único Intermunicipal (BUI)?


- Para quem tem o cartão Vale-Transporte e não tem o BUI:


Os clientes devem procurar a empresa onde trabalham e solicitar o benefício.


- Para quem não tem cartão Riocard Mais:


O caminho mais indicado é procurar uma das lojas Riocard Mais ou os postos de atendimento especial em estações da SuperVia. São 15 lojas da Riocard Mais na região Metropolitana, e cinco delas (Central do Brasil, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Campo Grande e Méier) já contam com equipe reforçada. Os endereços das unidades pode ser consultado em https://ondeestamos.riocardmais.com.br/


- Para o cliente que tem o cartão Expresso e não está cadastrado no sistema Riocard Mais e nem no BUI:


1) Entre no site da Riocard Mais. Em seguida, acesse a seção “Para você” e clique no menu “Cadastrar-se”.


2) Preencha o formulário com as informações exigidas (este é o seu cadastro no sistema Riocard Mais).


3) Associe o seu cartão Riocard Mais ao seu CPF.


4) Acesse o site www.riobilheteunico.com.br/declaracao e realize a declaração de renda para ter direito ao BUI.


5) Retorne ao site e entre com o seu login e senha na seção “Para você”. Depois, siga estas etapas: no menu, usuário> consulta e alteração> clique no seu nome> alterar> habilitar bilhete único> gravar.


Em caso de dúvida, consulte o vídeo com o passo a passo de como habilitar o Bilhete Único Intermunicipal:

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

コメント


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page