Terremoto mata ao menos mil pessoas no Afeganistão


Um forte terremoto atingiu uma região rural e montanhosa do leste do Afeganistão nesta quarta-feira (22), deixando pelo menos mil mortos e mais de 1.500 feridos.

De magnitude 5,9, o tremor ocorreu durante a madrugada, perto da fronteira com o Paquistão. Segundo informou a Associated Press (AP), o epicentro foi a província de Paktika. A província de Khost, localizada cerca de 50 quilômetros ao sul de Paktika, também foi afetada.

O terremoto é o mais mortal a atingir o Afeganistão desde 1991 e agravou a já precária situação humanitária do país, que desde agosto de 2021 voltou a ser controlado pelo Talibã (organização sob sanções da ONU por atividade terrorista). As operações de resgate e auxílio aos sobreviventes podem ser complexas, já que muitas agências humanitárias deixaram o país desde a ascensão do grupo.

Segundo a AP, em uma rara declaração pública, o líder supremo do Talibã, mulá Haibatullah Akhundzada, divulgou um comunicado exortando a comunidade internacional e agências humanitárias a auxiliar nas buscas por sobreviventes.


Fonte: Agência Sputnik

Ganhe_Ate_300x250px.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
Aumentou_728x90px.gif