Ticyana em vídeo: "Se um desses caras aparecer na minha mesa de cirurgia vou tratá-lo com todo amor"


Depois de ser brutalmente agredida e não receber ajuda, Ticyana agora diz ter recuperado a fé na humanidade

A médica Ticyana D'Azambuja, brutalmente agredida por integrantes de uma "festa do corona" -, no Grajaú, deu entrevistas pela primeira vez nesta terça-feira, depois de sair da 20a DP, onde foi prestar depoimento. As investigações já identificaram alguns agressores, inclusive um policial militar.

Dizendo-se ainda muito assustada e com medo, ela agradeceu os jornalistas por saber que a exposição pública do que aconteceu, conforme lhe disseram os policiais que tomaram seu depoimento, é, hoje, a sua melhor defesa.

"Até ontem tinha perdido minha fé na humanidade, depois de ver aquelas pessoas todas passando por mim e se negando a me ajudar. Mas quando coloquei no Facebook e vi uma corrente de solidariedade se formado ao meu redor, vi que realmente o bem existe e passei a crer novamente na humanidade. Se algum desses caras aparecer na minha mesa de cirurgia vou tratar com todo carinho e todo amor. A minha avó dizia: cada um dá o que tem", disse Ticyana.

Assista ao vídeo, publicado no site UOL e no YouTube, com o desabafo feito pela médica na porta da delegacia:


300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif