Trump sai 'de fininho' e faz surgir teorias. Bolsonaro 'chora'


(Reprodução)

Quebrando uma tradição de mais de um século, Donald Trump decidiu deixar a Casa Branca antes de Joe Biden entrar. A saída "de fininho" está fazendo surgir teorias de conspiração, e Bolsonaro está entre elas.

Nesta quarta-feira (20), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se despediu da Casa Branco, mandando "tchau" para os presentes de um helicóptero presidencial que decolou rumo à Flórida, onde fica sua residência.

Com impopularidade recorde, Trump é o primeiro líder americano em 152 anos a optar por não comparecer à posse do seu sucessor, preferindo deixar a capital a reconhecer sua derrota. O último foi Andrew Johnson, em 1869.

Ao lado da primeira-dama vestida dos pés à cabeça de preto, Donald Trump acabou fazendo os assuntos "Casa Branca" e "Melania" alavancarem nas redes sociais. Não faltou quem acompanhasse com entusiasmo o "tchau" de Trump, lançando teorias e sugestões sobre a despedida.

Já o ex-ministro e líder do PDT, Ciro Gomes, foi mais ácido em suas críticas e, em um vídeo, destacou o papel de Steve Bannon, estrategista de Trump, e suas teorias da conspiração, "que Jair Bolsonaro tenta reproduzir no Brasil".


Podia dar uma passadinha no Palácio do Planalto.

Melania chegando e saindo da Casa Branca.

​Exorcizando a Casa Branca.

Se derramando em lágrimas.

Quebra de uma tradição centenária.

Tirando o mau olhado com sal grosso.

Funcionários da Casa Branca no novo governo.



300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif
Toda Palavra 076 - p 4-5.jpg

Leia a versão digital da edição impressa do TP