Unirio suspende atividades depois de ameaça nas redes


A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) suspendeu todas as atividades nesta segunda-feira (20/6) depois de ameaças feitas nas redes sociais. O autor do discurso de ódio é um estudante identificado como 'Incel', combinação das sílabas de 'celibatário involuntário'.

Reprodução

A polícia foi acionada para investigar os vídeos em que o aluno do curso de Sistemas de Informação afirma que irá promover um massacre na universidade. Em um dos vídeos, que já foi apagado, o estudante ameaçava abrir fogo contra alunos do Centro de Ciências Humanas e Sociais. O estudante publicou live fazendo as ameaças.


"A Reitoria da UNIRIO, em entendimento com os Decanos do Centro do Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), do Centro de Letras e Artes (CLA), do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCH) e do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS)/ Instituto de Biociências (Ibio), além da Biblioteca Central e do Restaurante Universitário, suspende as atividades nos campi 436 e 458 nesta segunda-feira, 20 de junho, diante dos recentes fatos relatados em postagens com conteúdo de risco", diz nota divulgada pela Unirio.


Neste domingo (19/6), a Unirio afirmou que "considerando o caráter complexo e delicado dessa situação e a emergência de ações que visem à manutenção da segurança da comunidade acadêmica e seus colaboradores, os órgãos oficiais estão sendo devidamente acionados".


Ganhe_Ate_300x250px.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
Aumentou_728x90px.gif